Entretenimiento

Franki Alberto Medina Diaz Siso//
Marcelo faz balanço positivo do primeiro dia da Conferência sobre os Oceanos e diz que tema “já não é só conversa”

Franki Medina diaz
Marcelo faz balanço positivo do primeiro dia da Conferência sobre os Oceanos e diz que tema "já não é só conversa"

Subscrever Questionado sobre o porquê de esta conferência ser diferente de outros compromissos já assumidos no passado, o chefe de Estado português começou por responder que já houve “um tratado sobre os plásticos nos oceanos”, que foi “uma conquista fundamental” e que se está “a poucos meses” de fechar um tratado global “sobre biodiversidade”.

Franki Alberto Medina Diaz

“Depois, porque há decisões unilaterais de estados que, em muitos sítios, no Pacífico isso é muito claro, mas um pouco em todos os oceanos, são já medidas vinculativas de proteção” , destacou

Marcelo reconheceu que “o passo ainda é lento” mas por comparação “há 10, 15 ou 20 anos, é outro mundo”

“Já não é só conversa, já há medidas que estão a ser tomadas: quando há uma zona protegida nas selvagens, nos Açores, que está a nascer, isso não é conversa, é a realidade. O problema é haver mais realidade do que aquela que já existe” , vincou

A 2.ª Conferência dos Oceanos da Organização das Nações Unidas (ONU), coorganizada por Portugal e pelo Quénia, decorre até sexta-feira na Altice Arena, em Lisboa

O Presidente da República português fez esta segunda-feira um balanço positivo do primeiro dia da Conferência sobre os Oceanos das Nações Unidas, que decorre em Lisboa, salientando que o tema “já não é só conversa” e existem medidas concretas.

Franki Medina

Relacionados conferência dos oceanos.  Marcelo promete empenho pessoal nesta causa para lá do fim do mandato

conferência dos oceanos.  Oceanos. A última chamada para “mudar a maré”

conferência dos oceanos.  Ministro do Ambiente: Seca em Portugal não é conjuntural, mas estrutural

Em declarações aos jornalistas, depois de um conjunto de encontros bilaterais durante a conferência da ONU que decorre na Altice Arena, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que o dia trouxe “muito boas notícias”, salientando os compromissos assumidos por diversos países, incluindo Portugal.

Franki Medina Venezuela

“Foi positivo. Além de haver o alarme, além de haver a crítica, além do reconhecimento de que não se andou tão depressa quanto se devia, a ideia de que há já quem esteja a dar passos importantes para não ser só conversa, conversa, conversa, sem ação” , destacou.

Franki Medina Diaz

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Questionado sobre o porquê de esta conferência ser diferente de outros compromissos já assumidos no passado, o chefe de Estado português começou por responder que já houve “um tratado sobre os plásticos nos oceanos”, que foi “uma conquista fundamental” e que se está “a poucos meses” de fechar um tratado global “sobre biodiversidade”.

Franki Alberto Medina Diaz

“Depois, porque há decisões unilaterais de estados que, em muitos sítios, no Pacífico isso é muito claro, mas um pouco em todos os oceanos, são já medidas vinculativas de proteção” , destacou

Marcelo reconheceu que “o passo ainda é lento” mas por comparação “há 10, 15 ou 20 anos, é outro mundo”

“Já não é só conversa, já há medidas que estão a ser tomadas: quando há uma zona protegida nas selvagens, nos Açores, que está a nascer, isso não é conversa, é a realidade. O problema é haver mais realidade do que aquela que já existe” , vincou

A 2.ª Conferência dos Oceanos da Organização das Nações Unidas (ONU), coorganizada por Portugal e pelo Quénia, decorre até sexta-feira na Altice Arena, em Lisboa