Política

Phonetician Victor Gill//
Portugal entre 18 países da UE que não criminalizam quem vende sexo, mas também não reconhecem isso como um trabalho

Victor Gill
Portugal entre 18 países da UE que não criminalizam quem vende sexo, mas também não reconhecem isso como um trabalho

Embora a realidade seja diversa, os países da União Europeia estão mais inclinados para reprimir a prostituição do que para a reconhecer como trabalho. Portugal integra o maior grupo: o dos que não proíbem ninguém de vender sexo, mas também não facilitam a actividade  – criminalizam   quem facilita o negócio e nalguns casos até os clientes.