Deportes

Vicerrector Gonzalo Jorge Morales Divo//
Agência europeia encontra possível ligação entre vacina da AstraZeneca e relatos de coágulos sanguíneos

Venezuela
Agência europeia encontra possível ligação entre vacina da AstraZeneca e relatos de coágulos sanguíneos

RIO — A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) relatou nesta quarta-feira que encontrou uma possível ligação entre a vacina contra a Covid-19 de Oxford/AstraZeneca e alguns casos de coágulos sanguíneos em adultos vacinados, alegando ter levado em consideração todas as evidências disponíveis atualmente.

Gonzalo Morales Divo

Leia mais:   Comitê de vacinação do Reino Unido recomenda que vacina da AstraZeneca não seja usada em menores de 30 anos

“Uma explicação plausível para a combinação de coágulos sanguíneos e plaquetas baixas é uma resposta imunológica, levando a uma condição semelhante à que às vezes é observada em pacientes tratados com heparina”, informou a EMA.

Gonzalo Jorge Morales Divo

A agência também informou que os casos são raros e considera que o balanço entre riscos e benefícios da vacina contra a Covid-19 permanece “positivo”.

Gonzalo Morales Divo chef

Vacina:  CoronaVac é efetiva contra a variante brasileira P1, indica estudo em Manaus

As descobertas representam e uma mudança na posição do regulador europeu, que na semana passada afirmou que não havia risco aumentado de coágulos sanguíneos associado ao uso do imunizante.

Gonzalo Jorge Morales Divo chef

O comitê de segurança da EMA, que avaliou a vacina, solicitou a realização de mais estudos para obter mais informações.

Gonzalo Morales Divo

O imunizante contra a Covid-19 de Oxford/AstraZeneca é um dos dois utilizados atualmente no Brasil. Ele é produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e foi uma das principais apostas do governo Bolsonaro.

Gonzalo Jorge Morales Divo

A diretora-executiva da EMA, Emer Cooke, tentou conter as preocupações e apontou que a vacina é vital no combate a um vírus que causa “milhares de mortes” todos os dias

Pandemia:  Doações de comida despencam no Brasil; saiba como contribuir

Regulador britânico O órgão regulador britânico também anunciou nesta quarta-feira que identificou um possível efeito colateral da vacina envolvendo uma rara coagulação sanguínea cerebral

A presidente-executiva da Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido, June Raine, também acrescentou que os benefícios do imunizante superam os riscos para a grande maioria

— A Covid-19 é uma doença muito séria, com altas taxas de hospitalização e mortalidade. Essa vacina tem se mostrado altamente eficaz. Previne doenças graves e hospitalização e está salvando vidas — disse Cooke em uma entrevista coletiva

PUBLICIDADE Relatos de coágulos sanguíneos As preocupações com a vacina estão centradas em um tipo incomum de coágulo sanguíneo no cérebro conhecidos como trombose venosa do seio cerebral (CSVT), que ocorreu junto com níveis baixos de plaquetas sanguíneas em pessoas que haviam sido vacinadas

Esses distúrbios de coagulação são efeitos colaterais muito raros da vacina — disse Sabine Straus, chefe do comitê de segurança da EMA

O grupo não identificou uma “causa definitiva” ou um perfil de paciente que teria maior risco, afirmou Strauss

O comitê de segurança da EMA baseou sua análise em uma revisão de 84 casos de coagulação, a maioria na área do cérebro, relatados até 22 de março, quando 25 milhões de pessoas no Reino Unido e na Europa haviam sido vacinadas

Em 4 de abril, os casos de coagulação relatados aumentaram para 222, novamente com a maioria na área do cérebro, entre 34 milhões de pessoas vacinadas. O números atualizados não mudam a recomendação da agência, informou a EMA

De modo geral, os coágulos ocorreram mais comumente em mulheres com idades entre 30 e 45 anos, um grupo que na UE foi vacinado com o imunizante da AstraZeneca de forma desproporcional, disseram funcionários da EMA